segunda-feira, 2 de junho de 2014

SINTRA: ELÉCTRICO, 10 ANOS DEPOIS DA (RE) INAUGURAÇÃO...

Pessoas em Primeiro Lugar
Passados 10 anos, uma saudosa homenagem ao Sr. Valdemar Alves, dedicado Amigo do Eléctrico de Sintra
Também uma saudação aos Srs. José Mindouro e Fernando Jorge, dois guarda-freios que, em conjunto, deram mais de 90 anos das suas vidas à riqueza patrimonial que rola sobre carris entre Sintra e a Praia das Maçãs
Obrigado a todos
Dia 4 de Junho de 2004. Dez anos passaram sobre o regresso do nosso mais que centenário Eléctrico, num dia de alegria popular, de entusiasmos, de festa sintrense.

A Biblioteca Municipal de Sintra, repleta de convidados e gente simples, recebeu com todas as honras a visita de Jorge Sampaio, Presidente da República.

Recepção na Biblioteca Municipal ao Presidente da República

Um grupo de artistas fez reviver a época da inauguração da linha do Eléctrico, representando uma entrevista para o Times com a presença de Bulhão PatoPinheiro Chagas, Latino Coelho e Alfredo Keil, este com casa na Praia das Maçãs.

Representação 

Após a recepção, o Dr. Jorge Sampaio, seguiu a pé pela pedonal da Heliodoro Salgado, sempre muito saudado por populares e à chegada ao terminal do Eléctrico uma banda da GNR executou algumas obras musicais em sua homenagem.

video
A Banda da GNR e os populares em festa

Entre belas veredas, quantas vezes aos esses, o Eléctrico foi-se relembrando do caminho até Colares, onde numa breve cerimónia na Adega Local o Dr. Jorge Sampaio se despediu. O Eléctrico seguiria mais tarde para a Praia das Maçãs.

Viagem inaugural em 4.6.2004 - guarda-freios José Mindouro

Na Praia das Maçãs voltamos a apreciar os excelentes actores, seguindo-se momentos de belo canto, como temos o prazer de apresentar de forma limitada.



video

Era o final de um dia cheio de emoção pelo sonho que se tinha realizado. Regressou-se à Adega de Colares, onde foi apresentado o livro "ELÉCTRICOS DE SINTRA - UM PERCURSO CENTENÁRIO", da autoria de Valdemar Alves e Júlio Cardoso:

Valdemar Alves na apresentação do Livro, com Júlio Cardoso ao lado

Para encerramento da Cerimónia de (re) inauguração do Eléctrico de Sintra, seguiu-se o jantar oferecido aos convidados e que também decorreu na Adega de Colares.

Como foi citado por Valdemar Alves: "Quanto mais Sintra compreender o valor dos seus eléctricos maiores são as possibilidades da sua sobrevivência".

Após um "sonho realizado", outro sonho começou a desenhar-se em muitas pessoas, umas sintrenses outras não, fervilhando no desejo do nosso Eléctrico voltar ao Centro Histórico e passar de novo junto à Estação do Comboio.

QUE FESTA DE ARROMBA TEREMOS NESSE DIA!

Entretanto, para bem do nosso Turismo, que o Eléctrico circule todos os dias.


Nota:

- Pedimos desculpa pela má qualidade de algumas imagens. Foram retiradas do que se julga ser o único filme da jornada desse dia. Com um pouco de arte, conseguiu-se criar condições para se recordar o evento.



Sem comentários: