domingo, 25 de maio de 2014

PARQUES E PALÁCIOS, "GESTÃO EM GRANDE TRADIÇÃO"...

Bayerische Verwaltung der Staatlichen Schlösser, Gärten und Seen (BSV) é uma entidade governamental pertencente ao ministério das finanças da Baviera e gere apenas 45 Palácios, Castelos e Residências, mais 32 Jardins Históricos e 21 Lagos.

A BSV.Bayern, com mais de 850 especialistas em restauro de interiores, historiadores de arte, construção e jardins, espelha a sua grandeza no respeito pelas pessoas, oferecendo permanentemente acessos gratuitos aos seus Parques e Jardins.

Os visitantes não são seleccionados pelo seu poder económico e muito menos pelos locais de residência ou nacionalidade. É "A GESTÃO EM GRANDE TRADIÇÃO".

Livremente, entra-se nos belos e bem mantidos Parques e Jardins geridos pela BSV, só se pagando entradas em Palácios e Museus, quase sempre com visitas guiadas.


video
Parque Linderhof - A Cascata com a Fonte de Neptuno 

Parque Linderhof - Casa Marroquina no Parque

Parque Linderhof - frente ao Palácio

Linderhof - Jardim envolvente do Palácio

Como se desenvolve a cultura e incentiva as famílias

Por sua vez, a DB (Deutsche Bahn), com bilhete especial aos Sábados e Domingos, incentiva as famílias a viajarem de comboio por toda a Baviera. Palácios, Castelos e Parques enchem-se de avós, pais e crianças (tantas) em convivência fraterna...

(Centros comerciais encerram às 20 horas de Sábado, só reabrindo na 2ª. Feira).

Ir a Würzburg e visitar a Residenz, Património Cultural da UNESCO

Ir a Würzburg, bela cidade a quase 300 quilómetros de Munique, torna-se numa viagem de prazer, pela comodidade e silêncio do rápido comboio.

A visita da Residenz é paga, mas no Parque e Jardins a entrada é livre.

Würzburg, Parque da Residenz

Würzburg, Jardim da Residenz

Ao longe, recorta-se a Fortaleza que é visitada por milhares de pessoas:

Würzburg, Fortaleza vista da Residenz

Depois de se subir uma extensa escadaria, entramos na Fortaleza e nela podemos circular sem qualquer pagamento de entrada, pois apenas no Museu isso se verifica.

Vale a pena o esforço da subida, porque a Fortaleza e sua história encantam quantos a possam visitar e, do alto das suas muralhas desfrutar de uma paisagem soberba.


Würzburg, uma vista da cidade

De regresso a Munique, é impossível esquecer como no meu País uma empresa de capitais públicos retirou o direito de cidadãos nacionais entrarem gratuitamente (só) aos Domingos (até às 13 horas) nos seus Parques e Palácios.

Ficamos perante visões tão oponíveis da cultura e do progresso que permitem aferir do desenvolvimento dos povos, das sociedades e das suas culturas.

Enquanto a "Gestão em Grande Tradição" praticada pela BSV.Bayern dá prioridade à oferta do bem cultural e lúdico, por cá vive-se do estímulo com a pequenez de louvores, como suporte para direitos circunscritos a uns tantos.

Com votos de que, em Portugal, todos os portugueses sejam iguais nos direitos.







  

1 comentário:

E.F. disse...

O que se passa até é de muita ingratidão para os que não moram em Sintra. Veja que nasci na Vila e trabalho em Sintra desde sempre. Como resido num concelho vizinho aos domingos tenho de pagar para visitar os monumentos da minha terra. Elsa Ferreira.Cascais