domingo, 23 de setembro de 2012

FONTE DAS RÃS EM S.PEDRO DE SINTRA

MOVIMENTO PARA A RECUPERAÇÃO DA FONTE DAS RÃS

Os fregueses de S. Pedro de Sintra, na sua grande maioria, desejarão o regresso da Fonta das Rãs à Praça D. Fernando II (Largo da Feira), de onde foi retirada.

Foto gentilmente cedida por um SaoPedrino

Era uma das nossa referências históricas, mas um dia alguém a mandou retirar, por certo sem o acordo da população e sem respeito pelo patrimómio da nossa freguesia.

Para o regresso da fonte, sem recurso a uma réplica, seria bom saber-se onde se encontram muitas das peças que a compunham.

Daí que, enquanto se vai desenvolvendo o movimento para se recuperar a Fonte das Rãs, quem possa indicar onde se encontrem algumas peças (as fotos ajudam muito) por favor indique-nos. Faremos chegar as informações ao sítio certo.


Outra foto gentilmente cedida por um SaoPedrino

Quem sabe se, vendo estas fotos, alguns familiares destes "jovens" se sentirão felizes pelo regresso ao local e à nossa fonte.

Por favor, se sabe onde se possam encontrar algumas peças não hesite: Diga-nos.

Queremos a Fonte das Rãs de Volta...é nossa...faz parte do nosso rico património.

Pela recolocação da Fonte no local de onde nunca deveria ter saído.

Pele dignificação da Praça Dom Fernando II.

É património histórico a defender.





3 comentários:

Paulo Duarte disse...

Parece que nem Fonte das Rãs nem Largo da Feira.
Brevemente teremos ali um parque de estacionamento e uma cada nova com lugares marcados no chão. E bancos de betão afagado ...

Pedro Cansado disse...

Parece que, decididamente,a Câmara Municipal não quer ouvir a população. Aquele espaço é, por excelência, a zona lúdica de São Pedro. O retorno da Fonte das Rãs seria um prémio para a memória de muitos e acrescentaria nobreza ao local. De base octogonal que suporta quatro rãs do mar jorrando agua pela boca, em forma de bica, teve projecto de Consiglieri Pedroso para ser colacada na Rotunda do Ramalhão, tal a beleza. Porque estamos em época de vacas magras comecem por fazer só a base, para completarem quando houver mais recursos. Mas caramba o ultimo orçamento, recente, foi de 75 mil euros!

Fernando Castelo disse...

Caro Pedro, também já estamos cansados de tanta indiferença ou falta de sensibilidade. Muiuo obrigado pelo seu comentário e voltaremos ao assunto, face a alguns disparates que pessoas com responsabilidades botaram ... pena fora. Cumprimentos